Área do Usuário
   Portal da Transparência
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade
  1. Home
  2. Notícias
  3. Geral
Geral

CRMV-PR apura caso de médica veterinária de Foz do Iguaçu investigada pelo MP


Publicado em: 24/03/2020 11:00 | Fonte/Agência: CRMV-PR | Categoria: Geral

 


O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná (CRMV-PR) informa que está ciente da denúncia em face da médica veterinária de Foz do Iguaçu-PR que teve pedido de prisão preventiva feito pelo Ministério Público nesta segunda-feira (23), acusada de descumprir a quarentena.

A Autarquia recebeu na última quinta-feira, dia 19, através do seu sistema de ouvidoria (e-OUV), a denúncia referente ao caso. Na mesma data, em caráter de urgência, foi determinada a instauração de processo administrativo preliminar para apuração dos fatos; caso as evidências apontem para possíveis infrações, será aberto processo ético-profissional para deliberação das sanções cabíveis na esfera administrativa.

O CRMV-PR se coloca, ainda, à disposição dos demais órgãos para colaborar no que for necessário para o esclarecimento da situação.

Responsabilidade profissional

O CRMV-PR destaca que o médico veterinário, por ser um profissional da saúde, tem a responsabilidade ética de prezar pela saúde pública. Neste sentido, deve estar sempre atento às orientações dos órgãos oficiais de saúde e segui-las de forma a preservar os animais, os seres humanos e o meio ambiente.

Medicina veterinária no combate à pandemia

A medicina veterinária tem se mostrado fundamental no combate à pandemia de Covid-19. Entre as iniciativas, destaca-se o Cadastro Nacional de Equipamentos Veterinários que está sendo realizado para disponibilizar o material aos órgãos de saúde para atendimento da população.

Além disso, a assistência veterinária foi listada como atividade essencial durante a paralisação dos serviços em todo o país. Os médicos veterinários continuam atuando diariamente em áreas como controle de zoonoses, inspeção de produtos de origem animal voltados para a alimentação humana e vigilância sanitária.


Voltar
Top