Área do Usuário
   Portal da Transparência
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade
  1. Home
  2. Notícias
  3. Geral
Geral

CRMV-PR cria Prêmio Clotilde de Lourdes Branco Germiniani de Saúde Única


Publicado em: 04/04/2019 10:15 | Fonte/Agência: CRMV-PR | Categoria: Geral

 


Há um ano a medicina veterinária brasileira se despediu de uma das suas principais representantes: a Professora Clotilde de Lourdes Branco Germiniani. Para manter sua memória viva na história e inspirar na formação de novos profissionais, o CRMV-PR criou, através da Resolução 3/2019, o Prêmio Clotilde de Lourdes Branco Germiniani de Saúde Única.

A premiação visa reconhecer médicos veterinários e instituições que, assim como a Professora Clotilde, tenham se distinguido de forma notável por trabalhos ou ações com interface em duas ou mais áreas da Saúde Única (saúde animal, saúde humana e saúde ambiental).

Anualmente serão homenageados profissionais nas categorias “One Health”, “Pesquisador”, “Educação” e “Extensão”. Na categoria “Políticas Públicas”, além de profissionais, poderão ser indicadas instituições.

Premiação 2019

A primeira premiação acontece no segundo semestre de 2019 e o formulário para indicações fica disponível até o dia 30 de junho. Clique aqui para fazer a indicação.

Homenagem

Professora Clotilde de Lourdes Branco Germiniani foi a médica veterinária mais antiga em atuação no Paraná – estava prestes a completar 59 anos da sua graduação pela Escola Superior de Agricultura e Veterinária do Paraná. Seu pioneirismo em vários aspectos ligados à profissão foi determinante para a valorização da atuação do médico veterinário na Saúde Única.

"A Professora Clotilde foi tudo que se espera de um profissional: possuía capacidade técnica extraordinária, dedicação ímpar e uma visão holística que mostrava a sintonia da sua atuação com a realidade vivenciada pela sociedade. Era crítica, atuante e humanista”, relembra o presidente Rodrigo Távora Mira.

Ela formou gerações, apadrinhou diversos expoentes da medicina veterinária brasileira e apresentou a profissão à sociedade com a publicação de artigos em revistas e jornais de grande circulação nacional.

Participou como Acadêmica Titular Fundadora da Academia Paranaense de Medicina Veterinária, Acadêmica Titular da Academia Brasileira de Medicina Veterinária, Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná, Membro Correspondente da Academia de Ciências, Letras e Artes de Lyon (França). Instituições para com as quais contribuiu diariamente, prezando pelo avanço e valorização da medicina veterinária.


Voltar
Top