Área do Usuário
   Portal da Transparência
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade
  1. Home
  2. Notícias
  3. Geral
Geral

FECLAMEV-PR elege coordenadores e elenca temas emergentes para discussão


Publicado em: 12/03/2019 09:38 | Fonte/Agência: CRMV-PR | Categoria: Geral

 


O Fórum das Entidades de Classe da Medicina Veterinária do Estado do Paraná (FECLAMEV-PR) se reuniu nesta segunda-feira (11), em Curitiba, para sua primeira Assembleia Geral. Durante a reunião foram eleitos os médicos veterinários Cézar Amin Pasqualin e Masahiko Ohi como coordenador geral e suplente, respectivamente, pelo período de um ano; também foram aprovados o regulamento e código de conduta da instituição.

Fundada em agosto de 2018, a FECLAMEV-PR tem como objetivo a discussão de temas emergentes da medicina veterinária, além da elaboração de proposições e definição de estratégias relevantes à profissão no estado do Paraná. Para dar início aos debates, foram elencados alguns temas específicos para as próximas reuniões, entre eles o ensino a distância, a capacitação profissional, responsabilidade técnica, comunicação e receituário.

O presidente Rodrigo Távora Mira e o secretário-geral Leonardo Nápoli representaram o CRMV-PR no encontro e destacaram a importância do grupo para o fortalecimento da medicina veterinária. “Tenho muito orgulho de fazer parte deste momento histórico de oficialização da FECLAMEV-PR. Sempre que anuncio a iniciativa no Conselho Federal de Medicina Veterinária, o fórum é muito bem-visto pelos colegas”, destacou Mira.

As entidades fundadoras da FECLAMEV-PR são o Sindicato dos Médicos Veterinários no Estado do Paraná (SINDIVET-PR), o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado do Paraná (CRMV-PR), Sociedade Paranaense de Medicina Veterinária (SPrMV), Academia Paranaense de Medicina Veterinária (ACAPAMEVE), Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais - Paraná (ANCLIVEPA-PR), Associação Brasileira de Hospitais Veterinários (ABHV) e Sociedade de Médicos Veterinários de Equinos (SOMEVE-PR).

Produção de queijos artesanais e ensino da medicina veterinária

A médica veterinária Juliana Luisa Brandão apresentou para discussão a Lei 19.599/18, que dispõe sobre a produção e comercialização de queijos artesanais no estado do Paraná. De acordo com Brandão, foi encaminhado ao Ministério Público do Paraná um ofício alertando para a preocupação com a sanidade destes produtos, já que a legislação não cita, especifica ou esclarece pontos como fiscalização, temperatura, transporte e rotulagem nutricional obrigatória. Além de possibilitar a comercialização de produtos sem embalagem.

Outro tema colocado para debate inicial foi o aumento indiscriminado de escolas de medicina veterinária em todo o país e a qualidade de ensino ofertada aos acadêmicos. Dados apresentados por Masahiko Ohi destacam que em 1995 o curso era disponibilizado em 48 instituições em todo o país, disparando para 390 em 2019. As vagas para ensino a distância também foram levantadas para análise, embora a temática já esteja elencada como prioritária para as próximas reuniões.

Galeria

Voltar
Top