Área do Usuário
   Portal da Transparência
Acessibilidade
A+
A-
Contraste
Retornar acessibilidade
  1. Home
  2. Notícias
  3. Geral
Geral

CRMV-PR participa de jornada em resistência antimicrobiana promovida pela SFA-PR


Publicado em: 25/06/2018 16:14 | Categoria: Geral

 


O CRMV-PR participou na última semana, em Curitiba, da “Jornada em Resistência Antimicrobiana”, promovida pela Superintendência Federal de Agricultura no Paraná (SFA-PR). O encontro reuniu auditores fiscais federais agropecuários e entidades ligadas à medicina veterinária para debater a importância da profissão em ações de prevenção à resistência aos antimicrobianos.

De acordo com o secretário-geral da Autarquia, Leonardo Nápoli, que participou da mesa-redonda, “o CRMV-PR tem o papel de apoiar e fortalecer as ações voltadas a minimizar a resistência antimicrobiana, principalmente devido ao destaque da medicina veterinária nas interfaces da saúde única”. Nápoli destaca também a importância da disseminação do Plano de Ação Nacional de Prevenção e Controle da Resistência aos Antimicrobianos no âmbito da Agropecuária (PAN-BR - AGRO), desenvolvido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

A Comissão Estadual de Saúde Única (CSU), que vem abordando o tema em suas reuniões e atividades, esteve representada pela presidente Cláudia Pimpão e a médica veterinária Mariana Filippi Ricciardi; o membro ‘ad hoc’ Javier Burchard ministrou a palestra “Resistência a Antimicrobianos e Saúde Única”.

“O evento foi de suma importância, pois é fundamental que os médicos veterinários ligados ao governo federal, estadual e municipal, juntamente com a academia e o setor privado, estejam em sintonia na discussão das metas e pontos importantes a se considerar nessa temática”, afirma Pimpão, ressaltando que esta é principal linha de ação da CSU.

PAN-BR - Agro
Planejado para ser executado de 2018 a 2022, o PAN-BR se baseia em cinco objetivos estratégicos: melhorar a conscientização e a compreensão a respeito da resistência aos antimicrobianos; fortalecer os conhecimentos e a base científica por meio da vigilância e pesquisa; reduzir a incidência de infecções com medidas eficazes de higiene e prevenção de infecções; otimizar o uso de antimicrobianos; e preparar argumentos econômicos voltados ao investimento sustentável. Faça abaixo o download do documento oficial do programa.


Voltar
Top ;